top of page
foto 03_edited.png

 Marco Antonio Fujihara

Consultor Independente

Conselheiro Sênior de ESG da Lacan desde 2022 e com mais de 40 anos de experiência no setor florestal, desenvolve projetos de qualificação empresarial com base no protocolo de Kyoto desde 1998 e, mais recentemente, com base nos Acordos de Paris e mercados voluntários, bem como mercados jurisdicionais para os setores de energia e de base florestal, como papel e celulose. Foicoordenador de Produtos Florestais do Mercosul, Superintendente da Sociedade Brasileira de Florestas, Coordenador de Recursos Naturais da Bracelpa (Associação Nacional dos Fabricantes de Celulose e Papel) e Diretor de Recursos Naturais Renováveis ​​do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) em Brasília.

 

Como Engenheiro Agrônomo, fez cursos de extensão em Economia de Empresas Agropecuárias e Florestais, Política e Estratégia e finalmente em Mudanças Climáticas na Harvard University. Trabalhou com o IPCC de 2002 a 2009 como revisor do WG2 e atualmente é conselheiro do CDP - Carbon Disclosure Project LATAM e do ICLEI na Latam – Local Governments for Sustainability. Também foi assessor do CIF - Climate Investment Fund (Banco Mundial e MDBs) e keyman do Fundo de Sustentabilidade do Brasil no Programa BNDES de Desenvolvimento Limpo e do Fundo Performa/Key e Inovação Tecnológica para a Sustentabilidade. Atuou junto a Organismos Multilaterais (BM, BID) na elaboração de Fundos de Investimentos com Impacto Socioambiental (Fundo InovaCapital do Banco Interamericano de Desenvolvimento - BID). Foi Diretor de Sustentabilidade da PWC Brasil com atuação na América Latina e Diretor da Key associados com foco específico em financiamento de carbono e sustentabilidade corporativa. Proprietário e Diretor da RADCE, consultoria focada na gestão de investimentos verdes e sustentáveis, Marco Antonio já participou de diversos conselhos de empresas e organizações do terceiro setor.

 

Atualmente dedica-se a soluções inovadoras na Techsocial, SINAI e ECOFIX, onde desenvolve plataformas digitais e finanças sustentáveis ​​com o auxílio de instrumentos de crédito e capital de risco. Também coordena o Programa de Pagamento por Serviços Ambientais do TFA/WEF -Fórum Econômico Mundial do MATOPIBA, bem como a plataforma global de serviços ambientais da TNC – The Nature Conservancy. Também é professor de Sustentabilidade e Compliance da FIA - Instituto de Administração e ESG na Prática do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. Por fim, também é membro do grupo de Agronegócios da Escola de Negócios da Universidade de São Paulo e coordenador executivo do FBMC (Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas).

fot 02.png

 Winston Fritsch, PhD

Consultor independente

Conselheiro Sênior de ESG da Lacan desde junho de 2023; atualmente Conselheiro Sênior da ClimatePolicyInitiative (CPI) no Brasil; Curador Emérito do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI), sendo um dos líderes de seu grupo de Mudanças Climáticas e Meio Ambiente – considerado o thinktank nº 1 da LATAM no assunto. Eletambém é membro do Conselho de Administração da IUGU, uma fintech brasileira, e dos Conselhos Consultivos da Root Capital, uma das principais gestoras independentes de ativos de crédito do Brasil, e da startup ECO 55 da Climatech. É PhD em Economia pela Universidade de Cambridge e bacharel e mestre em engenharia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

 

No início de sua carreira profissional teve mais de 20 anos de experiência como acadêmico, quando foi Reitor do Centro de Ciências Sociais da PUC-Rio, onde atualmente coordena um curso pioneiro de formação executiva em Regulação e Economia das Mudanças Climáticas. Foi secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda durante a concepção e implementação do Plano de Estabilização Real (1993-94) e, após sua gestão no governo federal, iniciou um período de mais de 15 anos como executivo financeiro tendo foi CEO do Dresdner Bank no Brasil, sócio da Rio Bravo Investimentos, Diretor Geral do Lehman Brothers e sócio da Nomura Securities na Orienta Investimentos, que fundou e liderou. Nesse período, foi Presidente da Associação Brasileira dos Bancos Estrangeiros e Conselheiro da FEBRABAN, Associação Brasileira dos Bancos.

 

Possui o título de Comendador da Ordem do Cruzeiro do Sul, condecorado por relevantes serviços prestados à República Federativa do Brasil, e é autor de diversos livros e artigos sobre questões políticas relativas ao Brasil e à economia internacional.

1694090603185_edited.jpg

Julieda Puig

Consultora independente

Julieda Puig possui extensa experiência em regulamentação internacional, com ênfase em Environmental, Social, and Governance (ESG) e Compliance. Sua atuação global abrange América Latina, Europa, Ásia e Américas.

 

No setor governamental, contribuiu como Assessora Especial do Ministro da Fazenda e Secretária Adjunta de Política Econômica durante a gestão de Fernando Henrique Cardoso. Em organizações líderes como Itaú-Unibanco, Citibank e HSBC, desempenhou papéis relevantes, incluindo Head de Conduta Europa entre outras posições regionais e globais , exercendo uma visão estratégica em Compliance e gestão de riscos em setores como corporate, retail, asset management e insurance. Sua experiência executiva contempla posições C-level onde liderou turnarounds no setor de mídia e metais.

 

Com mais de 8 anos de atuação como diretora não executiva, também possui certificação como conselheira pelo IBGC. Além de sua carreira executiva, Julieda colabora com a Climate Policy Initiatives (CPI), apoiando finanças sustentáveis em regiões como Brasil, Marrocos e Quênia. Seu currículo acadêmico inclui um Mestrado em Economia pela FGV, graduação pela USP e certificação ESG pela Universidade de Cambridge. Suas qualificações profissionais incluem ICA FCC, CFA ESG Investing e GRI.

Julieda
bottom of page